Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 18 de agosto de 2016. Atualizado às 12h02.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Patrícia Knebel

Mercado Digital

Notícia da edição impressa de 18/08/2016. Alterada em 18/08 às 12h05min

Instalador de serviços de telefonia por um dia

Samuel Gregolleto e o  técnico Guilherme Gonçalves Teixeira

Samuel Gregolleto e o técnico Guilherme Gonçalves Teixeira


VIVO /DIVULGAÇÃO/JC
Duzentos executivos e uma missão: vivenciar na práticas as dores e as alegrias de ser um cliente da empresa que comandam. Durante esta semana, foi a vez dos gestores da Vivo de Porto Alegre participarem do programa Cliente em Foco, criado pela operadora. Eles saíram do escritório, onde trabalham focados em atividades corporativas, e foram conferir in loco as experiências dos consumidores com a marca. Diretores e gerentes fizeram dupla com técnicos de instalação e vendedores de lojas para acompanhar a instalação e manutenção de serviços na casa dos usuários, atendimento no call center e comercialização de produtos nas lojas. "A minha equipe comercial faz a venda, mas quem leva o serviço até a casa do cliente é o instalador. O sucesso do nosso trabalho depende diretamente da qualidade do atendimento que ele realiza", comenta o gerente de vendas Consumer Fixo da Vivo no Rio Grande do Sul, Samuel Gregolleto, que participou da atividade ao lado do técnico Guilherme Gonçalves Teixeira. Com o Cliente em Foco, a Vivo quer envolver mais o seus executivos com as demandas reais dos clientes e ajudá-los a identificar oportunidades de melhoria nos processos internos. A qualidade do atendimento é um dos principais gargalos na relação das companhias de telefonia com os consumidores, então, iniciativas como essa são bem-vindas.
Inclusão dos haitianos I
Um contato que começou em um grupo da Igreja, entre uma estudante e imigrantes, evoluiu para uma iniciativa inédita de inclusão no Estado: o desenvolvimento de um aplicativo para facilitar a inserção no mercado de trabalho dos haitianos. Esse é um dos projetos que estão sendo apresentados até amanhã durante a edição de 2014 da Feira de Projetos do Senac-RS, que acontece no Centro de Eventos do BarraShoppingSul. São 108 trabalhos inscritos neste ano, criados por alunos de 35 unidades do Senac no Rio Grande do Sul.
Inclusão dos haitianos II
O app, que está disponível desde ontem para download, oferece acesso às leis trabalhistas e a um banco de currículos para aproximar os haitianos das empresas. O Hospital Mãe de Deus, o McDonald's da Silva Só e o Sine, parceiros dessa iniciativa, já estão cadastrando suas vagas no aplicativo. O projeto foi desenvolvido pelos alunas Adriane Smolarek da Silva, Hyngrid Espindola Nobre e Tauane Wesner Girard da Silveira, do curso técnico em Administração da unidade Senac Floresta. A orientação foi da professora Núbia Cristina Ilustre de Souza
Startups aceleradas
Duas startups da Incubadora Tecnológica da Universidade Feevale, sediada no Feevale Techpark, foram selecionadas para programas de aceleração de negócios inovadores. A Hub Express e a Lazy Parking Estacionamentos Inteligentes participarão do Inovativa Brasil, promovido pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. A Hub Express também foi selecionada do Hana Startup Focus Program, da SAP.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia