Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 12 de agosto de 2016. Atualizado às 00h16.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Fernando Albrecht

Começo de Conversa

Notícia da edição impressa de 12/08/2016. Alterada em 11/08 às 21h36min

O Vietnã de bicicleta

A fotógrafa e publicitária Bell Boniatti decidiu em 2015 fazer uma aventura, cruzar o Vietnã de bicicleta. Pedalou cerca de 1,4 mil quilômetros de norte a sul para ver como esta nova potência econômica vivia. Como esperava, a aventura destruiu uma série de verdades prontas e clichês culturais. O resultado são 30 fotos que serão apresentadas na exposição Viêt, que começa na terça-feira (dia 16, a partir das 19h), na Alameda Major Francisco Barcelos, 127, em Porto Alegre.

Estrelas cadentes

Mesmo sem o mesmo espetáculo observável no Hemisfério Norte, a madrugada passada registrou uma chuva de meteoros em grau maior do que no resto do ano. O povo as chama de estrelas cadentes. Mas há controvérsias. Nunca se viu tamanha quantidade de estrelas cadentes brasileiras quanto nos tempos que correm. Algumas até recebem, em vão, alguns sopros para reavivar as chamas como se fogueiras fossem.

O robô da broca

Robô do  Centro de Inovação, Pesquisa e Desenvolvimento da Tramontina
Robô do Centro de Inovação, Pesquisa e Desenvolvimento da Tramontina
TRAMONTINA/DIVULGAÇÃO/JC
A Tramontina Garibaldi, uma das 10 unidades da empresa, ampliou o seu Centro de Inovação, Pesquisa e Desenvolvimento (CIPeD). A estrutura foi ampliada para atender a ensaios de produtos como brocas, discos, serras, escovas e lavadoras de alta pressão. Além de novas salas para testes, o espaço passa a contar com um robô para avaliação de brocas.

Os anônimos

O deputado federal gaúcho Jones Martins (PMDB) saudou da tribuna o Dia do Advogado, mas fê-lo chamando a atenção ao advogado que divide escritório e custos com colegas, e para os profissionais do Interior que atuam em várias frentes e em causas simples e pequenas, lutando com toda sorte de dificuldades. Bem posto.

O charme dos 80

O vereador Guilherme Socias Villela (PP) - que ocupou a presidência da colenda porto-alegrense por alguns dias - comentou um detalhe publicado na página. "Quando divulgaste que minha idade era 81 anos, apareceram muitas fãs - algumas até com propostas matrimoniais. Tivesses dito que era 91 anos, apareceriam muito mais." Bom, sempre tem esse risco, vereador.

Capitanias hereditárias

O prefeito de Pelotas adentrou em outra área, o controle das candidaturas pela facção hegemônica dos partidos, que impedem o surgimento de novas lideranças, inclusive em grandes cidades do Interior. Aí acertou na mosca. Há muito tempo que essa falta de oxigenação levou a uma conclusão melancólica, os mesmos nomes atravessam décadas como uma espécie de rodízio. Isso matou um sem número de promessas em todas as grandes siglas.

Nova geração de políticos I

Em vez de dar R$ 2,5 milhões para o Carnaval de Pelotas, o prefeito Eduardo Leite (PSDB) não hesitou, deu o dinheiro para uma UPA. Foi recompensado pelo apoio à medida por 90% da população. Em conversa com colunistas, nesta quinta-feira, deu impressão de ser a síntese do que se espera de um governante da nova geração, que não rema de acordo com melindres que possam causar impopularidade.

Nova geração de políticos II

Entre outras medidas, enfrentou uma greve de parte do funcionalismo por dois meses, mas manteve a decisão de cortar o ponto dos grevistas. A única concessão que fez foi parcelar o corte ao longo dos meses, ao invés de fazê-lo de uma vez só. Citou os grandes desafios para gestores públicos, as licitações, o engessamento de gestões por órgãos de controle, a burocracia e a questão da estabilidade do funcionalismo público (matéria na página 17).

Crítica cultural

Não é todo dia que um suplemento cultural completa 20 anos. Pois é o caso do caderno semanal Viver, do Jornal do Comércio, criado em 9 de agosto de 1996. Além da agenda e de reportagens, tem reconhecidos críticos de cinema (Hélio Nascimento) e de teatro (Antonio Hohlfeldt).

Miúdas

  • PREFEITO Eduardo Leite começou sua explanação comparando dados de Pelotas com Canoas. Nada a ver com a eleição de 2018. Ou não.
  • CLIENTE de uma operadora de telefonia queixa-se que, para mudar de plano, pediram a ela o comprovante de renda. Existe isso?
  • PESSIMISMO empresarial deu lugar ao otimismo. Pena que o dinheiro continue faltado.
  • ESTÁ mais que na hora de fazer um novo tipo de concurso: o de meteorologista que menos erra.

Finais

  • COMPETENCE assume também o atendimento das três marcas femininas da Paquetá The Shoe Company: Dumond, Capodarte e Atelier Mix.
  • ENCONTRO Feminino de Corretoras de Seguros começa nesta sexta-feira/9h30min/Centro de Eventos Plaza São Rafael.
  • PRODUZIDA pela Matinê Cervejaria, a 4ª edição do Ceva no Total reunirá neste sábado/15h 29 marcas no largo cultural do shopping.
  • BLOG do Prévidi não teme o azar. Completa 13 anos neste sábado, dia 13.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia