Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 11 de agosto de 2016. Atualizado às 20h58.

Jornal do Comércio

Viver

COMENTAR | CORRIGIR

no palco

Notícia da edição impressa de 12/08/2016. Alterada em 11/08 às 16h15min

Debate sobre a ditadura

Tribo de Atuadores promove turnê pelo Sudeste

Tribo de Atuadores promove turnê pelo Sudeste


CLAUDIO ETGES/DIVULGAÇÃO/JC
A Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz realiza, a partir deste sábado, o projeto Teatro e memória em espaços públicos nas cidades de Belo Horizonte e São Paulo. A iniciativa traz o debate e a reflexão sobre o passado recente - os anos de ditadura militar no Brasil - a partir do teatro como um ato de resistência. Por meio da realização de apresentações de teatro de rua e performance, promoverá o debate político e estético, visando à formação de uma consciência crítica e sociopolítica.
Ele prevê a realização, pelo grupo, de apresentações do espetáculo de teatro de rua O amargo santo da purificação - uma visão alegórica e barroca da vida, paixão e morte do revolucionário Carlos Marighella - e da performance Onde? Ação nº 2 - que, de modo poético, reflete sobre as feridas ainda abertas pela ditadura militar.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia