Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 27 de julho de 2016. Atualizado às 18h24.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Passe Livre

Notícia da edição impressa de 27/07/2016. Alterada em 27/07 às 18h28min

Bumlai pede a Moro para continuar preso em casa

O pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), pediu ao juiz Sérgio Moro a renovação da prisão domiciliar dele. Bumlai alegou que o tratamento contra o câncer da bexiga teve que ser interrompido após ele apresentar sintomas de desmaios, tonturas e dificuldades respiratórias.
Desde março, Bumlai cumpre prisão domiciliar monitorado por tornozeleira eletrônica. Na época, Moro autorizou, por três meses, o cumprimento da prisão preventiva em casa para que ele pudesse tratar o câncer. Após esse período, que se encerra no dia 19 de agosto, a situação do pecuarista seria reavaliada.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia