Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 07 de julho de 2016. Atualizado às 19h10.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Câmara dos Deputados

07/07/2016 - 19h13min. Alterada em 07/07 às 19h13min

Comissão da Câmara conclui votação de relatório do pré-sal e texto vai a plenário

Depois de vários adiamentos e tentativas de obstrução da oposição, foi aprovado no início da tarde desta quinta-feira (7), em comissão especial da Câmara, o relatório do projeto de lei que retira a obrigação legal de a Petrobras liderar todos os investimentos no pré-sal. A aprovação, por 22 votos a 5, teve apoio maciço da base aliada ao Palácio do Planalto. Cinco destaques ao texto foram rejeitados pelos parlamentares.
A oposição criticou o descumprimento de acordo feito ontem para que o projeto não fosse analisado pelo colegiado nesta semana. O projeto, de autoria do atual ministro de Relações Exteriores, José Serra, elimina a obrigação da Petrobras de atuar em todos os consórcios do pré-sal com pelo menos 30% do investimento e de ser a operadora única em todas as áreas.
Pelo texto, o Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), órgão de assessoramento da Presidência da República e presidido pelo Ministério de Minas e Energia (MME), vai oferecer à companhia o direito de preferência para ser operadora dos blocos a serem contratados sob o regime de partilha. Se exercer esse direito, a Petrobras terá que ter participação mínima de 30%. Mesmo que não queira ser operadora do bloco, a empresa poderá participar de todas as licitações.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia