Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 04 de julho de 2016. Atualizado às 22h39.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Governo interino

Notícia da edição impressa de 05/07/2016. Alterada em 04/07 às 21h09min

Presidente pode adotar 'medidas impopulares'

Peemedebista não deu maiores detalhes sobre 
a quais ações se referia na sua explanação

Peemedebista não deu maiores detalhes sobre a quais ações se referia na sua explanação


BETO BARATA/PR/JC
Após receber carta de apoio de 46 entidades do agronegócio em evento em São Paulo, o presidente interino Michel Temer (PMDB) disse, ontem, que o governo federal pode começar a adotar "medidas impopulares".
"Estamos em um sistema de contenções. A contenção não começou a aparecer ainda. Mas, a partir de certo momento, começaremos com medidas impopulares", disse. Ele afirmou que "não teme" fazer isso, porque não tem intenções eleitorais. Temer não deu detalhes sobre a quais medidas se referia.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia