Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 05 de julho de 2016. Atualizado às 22h47.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Iraque

Notícia da edição impressa de 06/07/2016. Alterada em 05/07 às 22h45min

Ministro do Interior renuncia após atentado em Bagdá

O ministro do Interior iraquiano, Mohammed Salem Al-Ghabban, entregou ontem sua carta de renúncia, dois dias após o ataque que matou pelo menos 175 pessoas e feriu quase 200. Al-Ghabban disse a repórteres que o governo falhou no plano de implementar uma operação "unificada" dos órgãos responsáveis pela segurança em Bagdá.
No domingo, um caminhão-bomba explodiu na região central de Bagdá, num atentado reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI). O Exército e as polícias locais, assim como milícias xiitas sancionadas pelo governo, eram responsáveis pela segurança municipal, cuidando de diferentes pontos de revista pela cidade.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia