Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 04 de julho de 2016. Atualizado às 18h22.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Terrorismo

04/07/2016 - 18h22min. Alterada em 04/07 às 18h22min

Turquia prende dois suspeitos de colaborar com atentado em aeroporto

Aeroporto na metrópole turca foi alvo de homens-bomba na semana passada

Aeroporto na metrópole turca foi alvo de homens-bomba na semana passada


OZAN KOSE/AFP/JC
Dois suspeitos de colaborar com o grupo extremista Estado Islâmico foram detidos no domingo (3) no aeroporto Ataturk em Istambul, capital da Turquia, informou a agência de notícias Dogan. Na semana passada, o aeroporto foi alvo de ataques por homens armados e vestidos com coletes explosivos.
Os relatos indicam que os suspeitos são nacionais do Quirguistão e foram identificados pelas iniciais F.M.I. e K.V. A polícia encontrou na bagagem dos indivíduos trajes camuflados, binóculos térmicos e dois passaportes de nomes diferentes. Não foi informado se os homens entravam ou saíam da Turquia no momento da prisão.
Na noite da última terça-feira (28), três militantes armados com fuzis e bombas suicidas invadiram o Aeroporto Ataturk em Istambul . Ninguém assumiu a responsabilidade pelo ataque. Autoridades turcas acreditam que o grupo Estado Islâmico, que tem como base a Síria e o Iraque e conta com agentes na Turquia, está por trás do atentado.
No total, 29 suspeitos de conexão com o ataque foram detidos, segundo a agência estatal de notícias Anadolu. Dezesseis destes, incluindo onze estrangeiros, foram enviados à corte de Bakirkoy nesta segunda-feira, após passar por exames médicos.
Especula-se que o extremista checheno Akhmed Chatayev, um dos principais comandantes do Estado Islâmico, orquestrou o atentado, ainda que autoridades turcas não confirmem seu envolvimento.
Promotores teriam identificado dois dos três responsáveis pelo ataque, sendo eles Rakim Bulgarov e Vadim Osmanov. O terceiro envolvido ainda não foi identificado, informou a agência Anadolu.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia