Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 04 de julho de 2016. Atualizado às 22h41.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

União Europeia

Notícia da edição impressa de 05/07/2016. Alterada em 04/07 às 22h39min

Farage deixa liderança do Partido da Independência do Reino Unido

Menos de duas semanas depois de os britânicos votarem pela saída da União Europeia (UE), Nigel Farage, uma das principais figuras da campanha pelo Brexit, anunciou sua demissão da liderança do Ukip (Partido da Independência do Reino Unido). Em discurso ontem, em Londres, Farage disse que nunca pretendeu ser um político de carreira e atingiu seu principal objetivo com a vitória do Brexit. "Agora, sinto que fiz minha parte, que não poderia conquistar mais", afirmou.
"Durante a campanha pelo plebiscito, eu disse que 'queria meu país de volta'. O que estou dizendo hoje é que 'quero minha vida de volta', e isso começa agora", afirmou. Apesar da decisão, Farage ressaltou que continuará a apoiar o partido e a observar Bruxelas "como uma águia" durante as negociações para a saída do Reino Unido da UE.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia