Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 04 de julho de 2016. Atualizado às 18h38.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

basquete

04/07/2016 - 18h38min. Alterada em 04/07 às 18h38min

Seleção feminina de basquete volta a ser atropelada pela França

A seleção brasileira feminina de basquete perdeu também o terceiro e último amistoso contra a França, nesta segunda-feira, por 79 a 53. O placar reflete bem a diferença técnica entre os dois times, uma vez que o jogo de sexta-feira foi vencido pela francesas por 81 a 54 e no domingo o resultado foi 82 a 59. Todas as partidas aconteceram em Biarritz, na divisa com a Espanha.
O técnico Antonio Carlos Barbosa admitiu a frustração pelas derrotas. “Não posso estar satisfeito com três derrotas, mas tenho que ter a percepção e não ser passional para analisar com tranquilidade", disse ele.
O treinador pondera que a seleção brasileira estava desfalcada, enquanto a França tem mais tempo de preparação. "Precisamos entender que enfrentamos uma equipe que está em ritmo total de jogo, enquanto o Brasil está iniciando o ritmo e está incompleto sem as duas pivôs consideradas titulares." Erika e Clarissa estão na WNBA e só se apresentam na véspera da Olimpíada.
O curioso é que o Brasil começou a preparação para o Rio-2016 praticamente junto com a França. A equipe está treinando desde o dia 1.º de maio e, assim como a França, também já disputou um torneio este ano: o Sul-Americano.
Apesar dos resultados ruins, o treinador continua acreditando que o Brasil pode brigar por medalhas. "Eu vejo situações positivas, com o time se entregando e defendendo mais. Sigo vendo uma equipe com muita possibilidade de bons resultados, principalmente quando estiver completa”, analisou Barbosa.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia