Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 28 de julho de 2016. Atualizado às 22h41.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado de capitais

Notícia da edição impressa de 29/07/2016. Alterada em 28/07 às 20h39min

Bovespa fecha em baixa de 0,33% com influência de ações de bancos

Depois de ter caído até 1,51% pela manhã, no auge da correção de preços, o Índice Bovespa terminou esta quinta-feira em baixa de 0,33%, aos 56.667 pontos. O volume de negócios totalizou R$ 7,13 bilhões, acima da média de julho, de R$ 6,69 bilhões. Com o resultado de hoje, o Ibovespa acumula alta de 9,98% no mês e de 30,72% no acumulado de 2016.
As ações do Bradesco foram protagonistas do pregão, exercendo forte influência sobre papéis de outros bancos e sobre o resultado final do Ibovespa. Com quedas de 4,45% (PN) e de 2,88% (ON), os papéis refletiram desconforto dos investidores tanto com alguns aspectos do resultado trimestral quanto com a notícia de que a Justiça Federal aceitou denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, e mais três executivos do banco por suposto envolvimento em esquema de corrupção no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf).
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia