Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 28 de julho de 2016. Atualizado às 08h04.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

28/07/2016 - 08h05min. Alterada em 28/07 às 08h05min

Bolsa de Tóquio cai após anúncio do Fed e valorização do iene

A Bolsa de Tóquio fechou em baixa nesta quinta-feira, após o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) deixar de sinalizar com clareza que pode voltar a elevar juros este ano, o que contribuiu para a valorização do iene ante o dólar.
O Nikkei, que reúne as ações mais negociadas na capital do Japão, caiu 1,13%, encerrando o dia a 16.476,84 pontos. No pregão anterior, o índice havia subido 1,72%, em meio a expectativas de novos estímulos do governo japonês, que ainda não se confirmaram.
Embora o Fed tenha avaliado ontem que os riscos econômicos de curto prazo diminuíram, o BC norte-americano não deu uma indicação firme de que pretenda aumentar juros nos próximos meses, sugerindo que a perspectiva de recuperação dos EUA ainda inspira cautela.
Como resultado, o iene ganhou força ante o dólar durante a madrugada, movimento que tende a pesar nas ações de exportadoras na bolsa japonesa. As montadoras Nissan e Mazda, por exemplo, caíram -2,15% e -0,85%, respectivamente, hoje.
Já a Fujifilm Holdings sofreu um tombo de 9,9%, após anunciar vendas e lucro mais fracos no trimestre encerrado em junho. A Japan Airlines, por sua vez, recuou 4,3%, após notícia de que seu lucro operacional teve queda anual de 40% no mesmo período.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia