Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 28 de julho de 2016. Atualizado às 00h24.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Energia

Notícia da edição impressa de 28/07/2016. Alterada em 28/07 às 00h24min

Eletrobras não poderá acumular mais prejuízos

O presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Junior, afirmou ontem que a companhia não pode continuar a registrar prejuízos, situação que ocorre há quatro anos e que, segundo ele, já acumula R$ 35 bilhões. O executivo defendeu que a empresa tenha foco em seus negócios e comemorou a decisão do governo de retirar a gestão dos fundos setoriais das mãos da companhia. Ele disse que a empresa ainda espera pelo arquivamento do formulário 20-F dos anos de 2014 e 2015 na Bolsa de Nova Iorque.
O novo presidente da estatal elétrica disse que é preciso sanear a empresa e perseguir investimentos com taxas de retorno realistas. Na avaliação dele, esse movimento passa pela venda parcial ou total das distribuidoras da Eletrobras. "Isso será benéfico para todos", afirmou.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia