Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 27 de julho de 2016. Atualizado às 08h07.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

27/07/2016 - 08h08min. Alterada em 27/07 às 08h08min

De olho no Japão e no Fed, bolsas asiáticas fecham sem direção única

As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta quarta-feira (27), com os investidores acompanhando o noticiário sobre possíveis estímulos no Japão e à espera do anúncio de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA). Na China, o dia foi de grandes perdas, após Pequim voltar a endurecer regras para combater a especulação nos mercados.
Em Tóquio, o Nikkei subiu 1,72%, encerrando o dia a 16.664,82 pontos, após chegar a avançar 2,7% durante o pregão, em meio a notícias na mídia local de que o Japão pretende lançar um pacote econômico de 27 trilhões de ienes (US$ 254 bilhões) a 28 trilhões de ienes (US$ 265 bilhões). Há relatos de que o pacote seria lançado ainda hoje ou na semana que vem.
Diante disso, cresceram também as expectativas de que o Banco do Japão (BoJ, o BC japonês) volte a agir com novos estímulos na reunião de dois dias que termina na sexta-feira (29).
Entre as bolsas chinesas, a adoção de uma postura mais dura de Pequim para conter movimentos especulativos com ações de baixo valor de mercado levou a um forte movimento de liquidação hoje. Em Shenzhen, que concentra empresas menores, o índice local sofreu um tombo de 4,5%, a 1.953,99 pontos. Já o Xangai Composto, principal índice acionário da China, recuou 1,9%, a 2.992,00 pontos.
Na Ásia, houve também certa cautela nos negócios antes da decisão do Fed, que será anunciada às 15h (de Brasília). Segundo analistas, o Fed não deverá alterar sua política monetária, mas poderá sinalizar possíveis aumentos de juros mais adiante.
Em outras partes da região asiática, o Hang Seng avançou 0,4% em Hong Kong, a 22.218,99 pontos, enquanto o sul-coreano Kospi teve leve baixa de 0,11% em Seul, a 2.025,05 pontos, o Taiex subiu 0,43% no mercado taiwanês, a 9.063,39 pontos, e o filipino PSEi teve alta mais robusta em Manila, de 0,95%, a 8.100,48 pontos.
Na Oceania, a bolsa australiana fechou em alta moderada de 0,4%, com o S&P/ASX 200 a 5.539,70 pontos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia