Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 26 de julho de 2016. Atualizado às 20h30.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

conjuntura internacional

26/07/2016 - 20h32min. Alterada em 26/07 às 20h32min

Theresa May quer manter relações próximas com a Irlanda após o Brexit

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, afirmou que quer manter uma relação econômica próxima com a República da Irlanda após seu país deixar a União Europeia. May teve um encontro hoje com o premiê da Irlanda, Enda Kenny, no qual foram discutidas as implicações do Brexit. A reunião faz parte de uma série de outros encontros que a primeira-ministra terá com líderes europeus.
May reconheceu que há diversos assuntos complexos a serem debatidos com a saída da União Europeia e ressaltou que o Reino Unido e a Irlanda devem explorar opções que levem a "soluções práticas". Segundo ela, um dos pontos mais sensíveis é o impacto do Brexit no "Common Travel Area", um acordo de livre circulação de cidadãos entre a Irlanda do Norte e a República da Irlanda. May assegurou que há uma intenção forte de ambos os lados de preservar esse tratado.
A República da Irlanda é o quinto maior parceiro comercial do Reino Unido, com o mercado de exportação totalizando 29,5 bilhões de libras (o equivalente a US$ 38,7 bilhões).
Dando seguimento aos encontros com líderes europeus, May viaja amanhã para Roma, para se reunir com o primeiro-ministro Matteo Renzi. Na semana passada, ela já havia se encontrado com líderes da Alemanha e da França.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia