Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 27 de julho de 2016. Atualizado às 17h56.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Consumo

Notícia da edição impressa de 27/07/2016. Alterada em 27/07 às 17h58min

Empresário do comércio está mais otimista

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) encerra o mês de julho com uma alta de 6,2% na comparação com o mesmo mês do ano passado. Em relação a junho de 2016, a elevação foi de 2,3%. Aos 87,7 pontos, ainda em campo pessimista, o indicador mostra que continua tênue a tendência de melhoria na confiança dos empresários, determinada principalmente pelo comportamento das expectativas quanto ao futuro. Os dados da pesquisa foram divulgados pela Fecomércio-RS.
"A maior estabilidade no ambiente político brasileiro motiva uma melhora das expectativas quanto ao processo de retomada da economia, mas os resultados concretos, contudo, ainda não apareceram", afirma o presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn. Segundo ele, tanto no ambiente macroeconômico, onde o governo ainda não conseguiu implementar as mudanças prometidas, quanto no volume de vendas das empresas, ainda não se percebe uma mudança clara de comportamento em relação ao início do ano. "Esses fatores impedem uma melhora na percepção das condições atuais", destaca Bohn.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia