Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 30 de maio de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

energia

25/07/2016 - 13h00min. Alterada em 25/07 às 13h00min

Eletrobras vai deixar sociedade em usina Tumarin, na Nicarágua

A Eletrobras deve deixar o projeto Tumarin, na Nicarágua. A estatal participa com 50% da usina hidrelétrica em uma sociedade de propósito específico denominada Centrales Hidrelectricas de Centroamerica (CHC), a qual vendeu na última sexta-feira (22) a totalidade das ações de sua subsidiária Centrales Hidrelectricas de Nicaragua que detém a concessão, por U$ 44,2 milhões.
A venda da fatia relativa à usina foi para a Empresa Nicaraguense de Eletricidad (Enel) e a distribuidora Disnorte, que será a compradora da energia elétrica a ser gerada pelo projeto cuja potência instalada é de 253 MW. Assim, ressalta a Eletrobras em comunicado ao mercado, será possível a continuidade do projeto.
Ainda segundo a Eletrobras, será encerrada sua participação na CHC, que tinha Tumarin como único projeto.
O investimento da Eletrobras no projeto, conforme dados do primeiro trimestre de 2016, era de R$ 87,8 milhões, "existindo, porém, provisão para perdas do referido investimento na totalidade do valor investido", segundo o comunicado.
Os outros 50% da CHC pertencem à Queiroz Galvão. A CHC e a CHN são sociedades privadas, com sede no Panamá e na Nicarágua, respectivamente.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Flávio Guerra 30/05/2018 16h48min
Vendeu por U$ 44,2 milhões (dólares), isto é, a 3,5 do real recebeu R$ 154,7 milhões. Investiu R$ 87,8 milhões pelo balanço. Então teve lucro de R$ 66,9. Por óbvio que estes valores tem que ser analisados em uma mesma base temporal e há de se ter em mente a TIR de projeto, mas a grosso modo obteve lucro e não prejuízo. E mais, se está dando lucro, por que vender?
Juan Pablo Reyes 28/07/2016 19h56min
O Governo izquerdista corrupto do PT do Brasil armou esta maracutaia com o Governo izquerdista corrupto do FSLN da Nicaragua. Agora que a casa caiu, a Eletrobras larga o projeto , deixando pra tras um investimento de 85 bilhoes de Reais que os Brasileiros terão que pagar!