Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 21 de julho de 2016. Atualizado às 22h34.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

consumo

Notícia da edição impressa de 22/07/2016. Alterada em 21/07 às 21h34min

Demanda por crédito tem recuo no mês de junho

A evolução recente dos indicadores de confiança não se traduziu ainda em estímulo à demanda de crédito por parte do consumidor e dos empresários. A Boa Vista SCPC informou, nesta quinta-feira, que a procura do consumidor por crédito apontou queda de 8,9% no primeiro semestre do ano, contra o mesmo período do ano anterior. No acumulado de 12 meses terminado em junho, a queda atinge 5,1%; e na avaliação interanual, que compara junho deste ano com idêntico mês em 2015, a retração foi de 8,2%. Já na avaliação mensal contra maio, o indicador apontou queda de 3% na série de dados com ajuste sazonal.
Do lado empresarial, o Indicador de Demanda por Crédito das Micro e Pequenas Empresas, apurado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), atingiu o menor patamar da série, retrocedendo 6,85 pontos desde o início da pesquisa, em maio de 2015 (16,36 pontos), para 9,51 pontos no último mês de junho. Na comparação com maio deste ano, quando o indicador estava em 13,44 pontos, também houve queda.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia