Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 14 de julho de 2016. Atualizado às 01h10.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

infraestrutura

Notícia da edição impressa de 14/07/2016. Alterada em 13/07 às 21h17min

Estado busca linha de crédito para energia solar

A geração de energia a partir do sol é a que mais cresce no Rio Grande do Sul. Atualmente, o Estado é o segundo colocado no País em potência fotovoltaica instalada, o que equivale a 3,23 MWp (11%). Diante do aumento na procura por esse tipo de energia renovável, o secretário de Minas e Energia, Lucas Redecker, reuniu-se com o presidente do Banrisul, Luiz Gonzaga Veras Mota, com o objetivo de buscar uma linha de crédito para pessoas físicas visando à geração de energia para consumo residencial a partir desta fonte.
Redecker argumentou que a secretaria recebe periodicamente um grande número de pedidos e informações sobre a energia fotovoltaica, cujos investimentos não são maiores por causa do custo de instalação, ainda elevado. "Para o consumidor residencial, o investimento se paga num prazo médio de sete anos", estimou.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia