Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 11 de julho de 2016. Atualizado às 19h35.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

11/07/2016 - 19h38min. Alterada em 11/07 às 19h38min

Dólar apresenta alta ante iene e moedas emergentes

O dólar subiu ante o iene e moedas emergentes, chegando a se valorizar 2,31% ante a divisa japonesa, influenciado por acontecimentos políticos no Japão. A vitória do partido do primeiro-ministro Shinzo Abe, que conquistou dois terços da Câmara Alta do país, aumentou as chances de que o Japão tenha um novo pacote de estímulo fiscal.
Ao final da tarde em Nova Iorque, o dólar avançava a 102,82 ienes, de 100,49 ienes de sexta-feira. Já o euro avançava a US$ 1,1063, de US$ 1,1055 de sexta-feira. Entre as moedas de países emergentes, o dólar subia a 64,178 rublos, de 63,948 na sexta-feira.
Nesta segunda-feira, a especulação de que o Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês) possa fazer uma intervenção para baixar o valor do iene aumentou após a Reuters noticiar que o ex-presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), Ben Bernanke, visitou o BoJ no fim de semana.
"Eles estão conversando com Bernanke porque ele tem experiência em provocar um choque no mercado", afirmou Fawad Razaqzada, analista técnico na Forex.com e City Index.
Nesta semana, os investidores devem ficar de olho nos pronunciamentos de dirigentes do Fed. Dependendo do tom adotado nos discursos, o dólar pode sofrer nova elevação, caso haja sinais de que o Fed esteja considerando elevar os juros novamente.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia