Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 06 de julho de 2016. Atualizado às 23h44.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Energia

Notícia da edição impressa de 07/07/2016. Alterada em 06/07 às 23h44min

Novos consumidores livres registram baixa demanda

Os consumidores que mais recentemente aderiram ao mercado livre de energia (Ambiente de Comercialização Livre - ACL) possuem um consumo médio perto do limite inferior de demanda que precisam ter para atuar neste mercado. De acordo com dados preliminares da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), nos primeiros seis meses do ano, as unidades consumidoras especiais que migraram para o ACL registraram uma média de consumo de 0,52 MW médio.
Foram contabilizadas 1.151 novas unidades consumidoras entre janeiro e junho de 2016. A maior parte delas (58%) teve um consumo médio de 0,19 MW no período, entrando na faixa de menor demanda de energia entre os consumidores especiais, informou a CCEE.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia