Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 27 de julho de 2016. Atualizado às 18h04.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Carlos Pires de Miranda

De Olho na tevê

Notícia da edição impressa de 27/07/2016. Alterada em 27/07 às 18h10min

O domingo da dupla

A vida do Grêmio estará bem mais tranquila, enfrentando o desesperado América-MG. Os tricolores, comandados por Douglas - que, como afirmo há meses, precisa jogar sempre, pelo menos 65 minutos -, têm superado ausências, mantido a intensidade o jogo todo e deverão amassar os mineiros. Já uma vitória convincente, menos improvável se Nico López estrear, transformará o Corinthians no adversário ideal para o Inter tirar o pé do barro. Ou para afundar-se de vez, se o time de Cristóvão Borges resolver, logo no Beira-Rio, jogar o futebol que pode, mas que ainda está devendo.
Não confie em ninguém...
...com mais de 30 pontos: Palmeiras, Corinthians e Grêmio, são, em tese, os atuais favoritos ao Brasileirão. A questão é se conseguirão manter a regularidade que leva ao título. Palmeiras e Grêmio, desfalcados pela seleção olímpica; o Timão, sucessivamente montando e desmontando seu elenco e até sua comissão técnica. Como se não bastasse, os três veem o ameaçador Santos (também com perdas no grupo), o afinado Atlético-PR e o poderoso elenco do Atlético-MG em seu encalço, sem falar os que, reforçando-se, ainda podem crescer - Flamengo, até mesmo o Cruzeiro de Mano Menezes, por exemplo.
Libertadores
Não se poderá considerar injustiça se o campeão for outro. Mas a campanha do Atlético Nacional, seu bom e moderno futebol me impelem a desejar e apostar em uma vitória colombiana hoje, sobre o Independiente del Valle, na final da Libertadores. Os poderosos clubes brasileiros e argentinos ficaram para trás, nos resta assistir ao jogo e, humildemente, reaprender o caminho para o Japão, que outrora conhecíamos tão bem.
Ela vem aí
Mal posso esperar: dia 17 de agosto começam as oitavas, um mês depois vêm as quartas de final da Copa do Brasil. Julgo a fórmula do Brasileirão, onde leva quem ganhar mais pontos, a maneira justa e certeira de saber quem é o melhor. Mas um torneio como a Copa, em que grandes clubes decidem em dois jogos sua continuidade na competição, eis aí um estímulo às grandes emoções que só o futebol é capaz de proporcionar.
Más arbitragens no Brasileirão
O Inter, em Campinas, escapou de uma goleada contra a Ponte, evitada pela absoluta incapacidade intelectual do árbitro Leonardo Cavaleiro: ele não conseguia entender o que seus olhos viam. Outro infeliz no apito foi o baiano Marielson Silva: no primeiro tempo não expulsou o atacante Dodô, do Figueirense, que com uma cotovelada proposital tirou de campo um ensanguentado adversário. No segundo tempo, o juiz compensou: o goleiro corintiano Cássio deu um pontapé no mesmo Dodô, junto à meia-lua da área, e só levou amarelo. Claro que também há boas arbitragens, mas na média elas estão comprometedoras. E um ponto aqui, mais dois pontos ali, podem decidir muita coisa que deveria ser resolvida na bola - e somente nela.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Dorian R. Bueno 27/07/2016 11h52min
nO INTERNACIONAL NÃO PODERÁ PERDER PARA O CORINTHIANS !!!nnGraças a Deus o Internacional está tendo tempo para poder refletir e usufruir de novos momentos positivos e tomara que todos estejam mais focados para vencer.nnNo próximo jogo contra o Corinthians que está muito melhor, mas não são invencíveis, os jogadores COLORADOS precisarão jogar até o fim como o adversário.nnEste tipo de atitude durante todo o jogo será determinante, para ter êxito diante de um time melhor estruturado.nnLembro que em 16/setembro/2015 no BEIRA-RIO, conseguimos vencer este temível Corinthians que era o líder do campeonato de virada por 2x1.nnO primeiro GOL foi do Réver, e o outro depois de uma jogada sensacional a lá Messi de Paulão para o Valdívia, sacramentamos a virada com um chutaço a lá POKOPICA.nnTomara que o Paulão não dê balão e volte a jogar melhor, e o Valdívia mais uma vez deixe a sua marca para a nossa VITÓRIA.nnAbs. Dorian Bueno Google+, POA, 27.07.2016nn