Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 03 de agosto de 2016. Atualizado às 22h34.

Jornal do Comércio

JC Logística

COMENTAR | CORRIGIR

Mobilidade

Notícia da edição impressa de 04/08/2016. Alterada em 03/08 às 19h27min

Ciclovia Tim Maia não reabre no prazo

Travessia junto à orla para ciclistas continua sem a laje do vão que foi destruído pela movimentação do mar

Travessia junto à orla para ciclistas continua sem a laje do vão que foi destruído pela movimentação do mar


FERNANDO FRAZÃO/ABR/JC
As obras de reconstrução da ciclovia Tim Maia, em São Conrado, que teve um trecho na avenida Niemeyer destruído por uma ressaca em 21 de abril, deixando dois mortos, deveriam estar concluídas antes da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos. A prefeitura informou que os pilares do trecho derrubado pelas ondas estão prontos, e todas as vigas já foram colocadas, com reforço. Para dar mais segurança, segundo o município, algumas lajes que compõem o tabuleiro também foram instaladas. Embora as obras estejam bastante adiantadas, ainda não há uma data definida para reinauguração.
Em nota, a prefeitura afirmou que "a prioridade é reconstruir a ciclovia com total segurança" e disse que está seguindo todas as análises do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe/UFRJ) e do Instituto Nacional de Pesquisas Hidroviárias (INPH), unidade de pesquisa da Secretaria de Portos da Presidência da República.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia