Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 13 de junho de 2016. Atualizado às 00h42.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Novo Governo

Notícia da edição impressa de 13/06/2016. Alterada em 12/06 às 21h05min

Primeiro mês do governo Temer é negativo

Governo interino de Michel Temer comemorou um mês ontem

Governo interino de Michel Temer comemorou um mês ontem


ANDRESSA ANHOLETE/AFP/JC
O primeiro mês do governo interino de Michel Temer (PMDB) foi de reação às críticas, resumiu o professor da Escola de Direito da Fundação Getulio Vargas, Michael Mohallem. "É um governo que começou com muita turbulência, apesar de já se esperar muita dificuldade", disse Mohallem. O governo Temer fez um mês neste domingo. O primeiro desafio de Temer, de construir sua base de governo e compor a nova equação, que significava reduzir o número de ministérios e, ao mesmo tempo, atender os interesses dessa ampla base, foi mais difícil do que se imaginava há 30 dias.
"O processo de desgaste (com a possibilidade de extinção) do Ministério da Cultura, com a ausência de mulheres (nos ministérios) foi muito acima do que o próprio Temer esperava. Isso tudo tomou muito tempo da agenda. Foi um desgaste desproporcional", afirmou o professor. Para ele, esse desafio ainda não está resolvido.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia