Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 22 de junho de 2016. Atualizado às 19h17.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

stf

22/06/2016 - 19h17min. Alterada em 22/06 às 19h17min

Maioria do STF vota por transformar Cunha em réu por contas na Suíça

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) já votou a favor de aceitar a segunda denúncia e transformar em réu na Lava Jato o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
Até agora, sete dos 11 ministros votaram. Marco Aurélio Melo, Edson Fachin, Dias Toffoli, Rosa Weber, Carmén Lúcia e Gilmar Mendes acompanharam o relator Teori Zavascki no entendimento de que o peemedebista é o titular das contas na Suíça e de que elas foram abastecidas por propina desviada da Petrobras.
Para Teori, há "indícios robustos" para aceitar a denúncia oferecida pela Procuradoria-Geral da República e abrir uma ação penal contra o peemedebista para apurar os crimes de lavagem de dinheiro, corrupção passiva, evasão fiscal e falsidade eleitoral. Cunha já é réu em um processo no STF e responde a pelo menos outros cinco inquéritos na Corte.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia