Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 23 de junho de 2016. Atualizado às 18h01.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

vôlei

23/06/2016 - 18h01min. Alterada em 23/06 às 18h01min

Brasil leva virada da Sérvia e perde invencibilidade na Liga Mundial

Depois de conquistar três vitórias em três jogos na primeira semana de disputas da Liga Mundial, a seleção brasileira masculina de vôlei perdeu a sua invencibilidade na competição ao ser derrotado de virada pela Sérvia, nesta quinta-feira, em Belgrado. A equipe da casa, que agora é a única invicta do torneio, venceu por 3 sets a 1, com parciais de 19/25, 25/15, 25/21 e 25/22, em 2h15min.
O resultado manteve a Sérvia na liderança da Liga Mundial, mas agora de forma isolada, com 12 pontos após conquistar sua quarta vitória em quatro partidas, enquanto o Brasil estacionou nos nove pontos na segunda colocação, agora com três triunfos e uma derrota.
Depois do duelo diante dos sérvios, os brasileiros voltam a jogar nesta sexta-feira, contra o Irã, às 11 horas (de Brasília), novamente em Belgrado. Na primeira semana da Liga Mundial, o time comandado por Bernardinho já derrotou os próprios iranianos, a Argentina e os Estados Unidos, atuando em casa. Após o confronto com o Irã nesta sexta, o Brasil fechará a sua segunda semana na Liga Mundial no sábado, contra a Bulgária, novamente às 11 horas.
Nesta quinta-feira, depois de fazer um bom primeiro set e abrir vantagem no placar, o Brasil começou a sofrer muito com a força do saque da Sérvia, que contabilizou nada menos do que 20 aces no duelo, contra apenas quatro da equipe brasileira.
Arrasado na segunda parcial, o Brasil também vinha sendo atropelado no quarto set, no qual chegou a conseguir uma incrível reação. Estava perdendo por 18/13 e, impulsionado por uma inspirada passagem de Lucarelli pelo saque, fez sete pontos seguidos e virou para 20/18. Entretanto, mesmo após fazer 22/20, cometeu erros na reta final da parcial e acabou sendo batido por 25/22.
Ao total, o Brasil contabilizou 21 erros no confronto, contra 20 dos sérvios, que ainda acumularam 48 em ataques e seis em bloqueios. Os brasileiros até pontuaram mais em ataques, com 56 ao total, mas fez apenas dois em bloqueios. Ou seja, no fim das contas pesou a assombrosa eficiência dos sérvios no saque.
O ponteiro Lucarelli acabou sendo o principal destaque do Brasil, com 18 pontos, enquanto Wallace foi o segundo maior pontuador do time nacional, com 14 acertos. Srecko Lisinac, com 18 pontos, brilhou pela seleção da casa, que ainda contou com Aleksandar Atanasijevic fazendo 16.
Curiosamente, o Brasil acabou perdendo a sua invencibilidade nesta Liga Mundial diante de uma seleção que não estará nos Jogos Olímpicos, em agosto. Derrotados anteriormente pelos brasileiros, Irã, Argentina e Estados Unidos se classificaram para a disputa do vôlei masculino da Olimpíada.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia