Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 19 de junho de 2016. Atualizado às 18h53.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

19/06/2016 - 18h53min. Alterada em 19/06 às 18h53min

Sport reage no fim, vence o Fluminense por 2 a 1 e deixa lanterna do Brasileirão

O Sport sofreu para vencer o Fluminense por 2 a 1 e deixar a lanterna do Campeonato Brasileiro. Com gol aos 44 minutos do segundo tempo, o time rubro-negro pernambucano quebrou uma sequência de três jogos sem vitória neste domingo (19), no estádio da Ilha do Retiro, no Recife. O confronto foi válido pela nona rodada da competição.
Com os três pontos, o time permanece na zona do rebaixamento, com 8 pontos, mas pelo menos deixou a última posição para o América-MG. Irregular e sem conseguir vencer duas partidas consecutivas, o Fluminense segue com 13 pontos, agora na 11.ª posição.
Foi mais um jogo em que Richarlison passou em branco. Substituto de Fred, o centroavante ainda não marcou com a camisa tricolor nos 11 jogos que já disputou. Com superioridade na posse de bola, o Fluminense começou melhor e pressionou o adversário a ponto da torcida recifense esboçasse algumas críticas, principalmente ao lateral-esquerdo Renê.
Aos 18 minutos, o Sport só não saiu atrás graças a Magrão, que fez ótima defesa em cabeceio de Cícero. Da mesma forma que encurralava o adversário, o Fluminense abria espaços atrás. Após saída errada, o time rubro-negro roubou a bola e acionou Diego Souza, que entrou livre na área, mas finalizou em cima do goleiro Diego Cavalieri.
O técnico do Fluminense, Levir Culpi, não gostou da proteção feita por Edson e o substituiu para a entrada de Dudu. Pouco tempo depois, sofreu o gol. Aos 39 minutos, o criticado Renê fez ótima cruzamento para Gabriel Xavier marcar de cabeça: 1 a 0. A bronca de Levir seguiu, com duas mudanças no intervalo. Uma delas foi a saída de Richarlison.
O time carioca permaneceu no ataque, mas sem finalizar. Na melhor chance que teve, Gustavo Scarpa cruzou e Renê fez corte preciso da bola que iria para Magno Alves marcar. Mesmo com pequena posse de bola, o Sport era quem criava os lances mais perigosos. Após novo erro na saída de bola, Lenis cruzou para Diego Souza cabecear na trave.
Aos 24 minutos, finalmente o Fluminense finalizou com Magno Alves, em chute que acertou a trave. Com Gustavo Scarpa bem marcado, Dudu avançou mais e começou a finalizar. Aos 29, quase surpreendeu Magrão. Perto do fim, aos 39, Magno Alves fez bela jogada ao passar por dois marcadores e chutar de esquerda para empatar: 1 a 1.
Aos 42 minutos, Marcos Júnior chegou a marcar, mas o árbitro assinalou impedimento. Quando o empate parecia certo, Diego Souza arrancou, driblou Diego Cavalieri e conseguiu marcar o gol salvador para o Sport seguir na luta contra o rebaixamento.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia