Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 12 de junho de 2016. Atualizado às 15h34.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Eurocopa

12/06/2016 - 15h35min. Alterada em 12/06 às 15h35min

Uefa avisa que pode excluir Rússia e Inglaterra da Eurocopa em caso de novos distúrbios

Marselha virou palco de confrontos entre torcedores ingleses e russos

Marselha virou palco de confrontos entre torcedores ingleses e russos


LEON NEAL/AFP/JC
Se a Inglaterra quiser continuar tentando quebrar o tabu de 50 anos sem títulos, precisa conter os seus torcedores. Neste domingo (12), após três dias de distúrbios entre ingleses e russos pelas ruas de Marselha, a Uefa foi muito clara: se isso continuar, os dois times podem ser expulsos da Eurocopa, que está sendo disputada na França.
"O Comitê Executivo da Uefa alertou as duas federações que - independente de qualquer decisão tomada pelo comitê disciplinar independente em relação aos incidentes dentro do estádio - não vai hesitar em impor adicionais sanções à Inglaterra e à Rússia, incluindo a potencial desqualificação de seus respectivos times do torneio, caso a violência ocorra de novo", diz um duro comunicado emitido pela entidade durante a tarde.
"Nós cobramos urgentemente que a Football Association (a federação inglesa) e União de Futebol da Rússia (RFS, na sigla em inglês) apelem aos seus torcedores que se comportem de uma forma responsável e respeitosa", diz o Comitê Executivo da Uefa, que, na nota, expressa seu repúdio às confrontos violentos vistos nas ruas de Marselha.
Para o órgão, esse comportamento "não tem lugar no futebol, um esporte que deve ser protegido e defendido". No comunicado, o Comitê Executivo da Uefa faz questão de tornar público o apoio ao trabalho das autoridades e das forças de segurança da França nos seus esforços.
Inglaterra e Rússia se enfrentaram no sábado à tarde, no Velodrome, em Marselha, mas desde quinta-feira seus torcedores protagonizavam cenas de violências. A região do porto antigo da cidade é repleta de bares e costuma concentrar os turistas durante o verão.
Foi lá que os hooligans de Inglaterra e Rússia se enfrentaram diversas vezes, especialmente no sábado. A polícia tentou agir, com canhões de água e bombas de efeito moral, mas os conflitos chegaram a tomar ruas inteiras. Após o jogo, torcedores da Rússia atacaram ingleses, em ação que está sendo investigada pelo comitê disciplinar independente e pode causar dura punição à Rússia.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia