Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 11 de junho de 2016. Atualizado às 10h55.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

copa américa centenário

11/06/2016 - 10h48min. Alterada em 11/06 às 10h55min

Messi entra no 2º tempo, faz 3 gols e Argentina avança com goleada sobre o Panamá

Messi (d) comemora um dos tentos argentinos com companheiros de seleção

Messi (d) comemora um dos tentos argentinos com companheiros de seleção


JONATHAN DANIEL/GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP/JC
Com extrema facilidade, principalmente após a entrada do craque Lionel Messi no segundo tempo - marcou três gols -, a seleção da Argentina goleou o Panamá por 5 a 0, nesta sexta-feira, no estádio Soldier Field, em Chicago, nos Estados Unidos, e está classificada às quartas de final da Copa América Centenário - se junta a Colômbia, México e Venezuela nesta lista.
Com seis pontos, a Argentina lidera o Grupo D e na terceira e última rodada lutará apenas para confirmar a primeira colocação - na terça-feira, às 23 horas (de Brasília), em Seattle, precisa só do empate contra a eliminada Bolívia, sem ponto. Já o Panamá encara o Chile mais cedo no mesmo dia, às 21 horas, na cidade da Filadélfia. Ambos têm três pontos e os chilenos, por terem melhor saldo de gols - jogarão pelo empate para avançar.
Assim como fez na estreia contra o Chile, o técnico Gerardo Martino resolveu começar a partida com Messi no banco de reservas. No primeiro tempo, a Argentina abriu o placar logo aos seis minutos com o zagueiro Otamendi de cabeça, após cobrança de falta pela esquerda, mas passou por dificuldades. Principalmente para controlar os nervos por causa da violenta marcação do Panamá. O resultado disso foram diversas confusões, cartões amarelos para os dois lados e o vermelho para o panamenho Aníbal Godoy.
Com a expulsão, o jogo ficou mais "tranquilo" e a Argentina, pela melhor técnica, começou a criar chances. O argentino Higuain perdeu algumas chances e os gols só saíram com a entrada de Messi, aos 15 minutos do segundo tempo. Aos 23, o craque aproveitou uma sobra na entrada da área e chutou na saído do goleiro Penedo. Aos 32, fez o segundo em uma cobrança de falta perfeita no ângulo esquerdo alto da meta panamenha. E, aos 41, a defesa do Panamá saiu jogando errado mais uma vez e a bola chega aos pés do meia, que driblou o zagueiro Baloy e mandou para o fundo das redes.
O placar de 4 a 0 já estava deixando a torcida argentina extasiada com a atuação de Messi, mas ainda houve tempo para mais um gol. Aos 44 minutos, do meio de campo o craque lançou Rojo, que só ajeitou de cabeça para o atacante Aguero, livre na pequena área, fechar a goleada.
Argentina 5 x 0 Panamá
Sergio Romero; Mercado, Otamendi, Funes Mori e Rojo; Augusto Fernández (Messi), Mascherano e Banega; Gaitán, Higuain (Aguero) e Di Maria (Lamela). Técnico: Gerardo Martino.
Jaime Penedo; Adolfo Machado, Baloy, Roderick Miller e Luis Henríquez; Aníbal Godoy, Gabriel Gómez, Alberto Quintero e Cooper (Abdiel Arroyo); Valentin Pimentel (Camargo) e Blas Pérez (Luis Tejada). Técnico: Hernán Darío Gomez.
Árbitro: Joel Aguilar (Fifa/El Salvador)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia