Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 05 de junho de 2016. Atualizado às 10h48.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

mma

05/06/2016 - 10h49min. Alterada em 05/06 às 10h49min

Michael Bisping derrota Rockhold e fatura cinturão dos médios no UFC

A noite de sábado premiou Michael Bisping e Dominick Cruz no UFC 199, realizado na Califórnia. Cruz manteve o cinturão dos galos ao derrotar Urijah Faber por decisão unânime dos juízes. Já na luta mais esperada da noite, Bisping nocauteou o falastrão Luke Rockhold e se tornou o novo campeão dos médios.
Bisping foi confirmado como adversário de Rockhold há menos de três semanas, depois que Chris Weidman precisou se afastar por conta de uma hérnia de disco e o brasileiro Ronaldo Jacaré, favorito a substitui-lo, foi submetido a uma cirurgia no joelho. O inglês, então, teve que se acostumar com as provocações do norte-americano, mas deu o troco no ringue e saiu vencedor.
"Escutem, tenho que ser humilde. Obrigado a todos por estarem aqui. Eu sempre fui lutador, sou um cara normal, e esse é meu sonho. Ninguém nunca tiraria isso de mim! Eu aceitaria essa luta com duas semanas, dois dias, dois minutos de aviso. A todos que diziam que eu não tinha poder de nocaute, eu nocauteei este cara no primeiro round. Estou muito feliz, é o dia mais feliz da minha vida", declarou após ser confirmado como vencedor.
Rockhold tinha todo o favoritismo a seu lado, mas vacilou ainda no primeiro round ao sofrer um cruzado de esquerda que o derrubou. Bisping, então, foi para cima, derrubou o campeão novamente e o nocauteou com uma sequência de socos que o deixaram desacordado.
Já na disputa pelo cinturão dos galos, Dominick Cruz não conseguiu nocautear Urijah Faber, mas fez o suficiente durante o combate para superar o rival por decisão unânime dos juízes. O confronto serviu para desempatar a rivalidade, já que os dois haviam se enfrentado duas vezes com uma vitória para cada lado, e novamente Cruz foi superior para manter o cinturão.
Confira os resultados da noite de sábado no UFC 199
Card principal
Michael Bisping derrotou Luke Rockhold por nocaute no primeiro round
Dominick Cruz derrotou Urijah Faber por decisão unânime (50-45, 50-45, 49-46)
Max Holloway derrotou Ricardo Lamas por decisão unânime (triplo 30-27)
Dan Henderson derrotou Hector Lombard por nocaute no segundo round
Dustin Poirier derrotou Bobby Green por nocaute no primeiro round
Card preliminar
Brian Ortega derrotou Clay Guida por nocaute técnico no terceiro round
Beneil Dariush derrotou James Vick por nocaute no primeiro round
Jéssica Andrade derrotou Jessica Penne por nocaute técnico no segundo round
Alex Caceres derrotou Cole Miller por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27)
Sean Strickland derrotou Tom Breese por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
Henrique Frankestein derrotou Jonathan Wilson por nocaute técnico no segundo round
Elvis Mutapcic e Kevin Casey empataram por decisão majoritária (29-28, 28-29 e 28-28)
Polo Reyes derrotou Dong Hyun Kim por nocaute no terceiro round
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia