Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 04 de junho de 2016. Atualizado às 15h39.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

eurocopa

04/06/2016 - 15h40min. Alterada em 04/06 às 15h40min

Com arbitragem confusa, Alemanha bate Hungria no último amistoso antes da Euro

Foi o último jogo das duas seleções antes do torneio continental na França

Foi o último jogo das duas seleções antes do torneio continental na França


PATRIK STOLLARZ/AFP/JC
A seleção alemã esteve longe de seus melhores dias, mas venceu seu último amistoso antes da estreia na Eurocopa deste ano. Neste sábado (4), os comandados de Joachim Löw derrotaram a Hungria por 2 a 0, em Gelsenkirchen, em jogo marcado por uma arbitragem bastante confusa.
Foi o último jogo das duas seleções antes do torneio continental na França. No Grupo C da Eurocopa, a Alemanha agora se prepara para a estreia diante da Ucrânia, dia 12, em Lille. Já a Hungria está na chave F e fará sua primeira partida contra a Áustria, dois dias depois, em Bordeaux.
O começo da Alemanha neste sábado foi avassalador e a equipe teria aberto o placar logo no primeiro minuto se não fosse o auxiliar da partida, que viu impedimento claramente inexistente de Draxler após bom passe pelo lado direito.
O erro da arbitragem pareceu desanimar os donos da casa, que pouco atacaram no resto do primeiro tempo. Somente aos 39 minutos, os alemães abriram o placar. Após cruzamento da esquerda, Götze não conseguiu alcançar, mas Adam Lang, que chegava na cobertura, tocou contra o próprio gol.
Na etapa final, com a escalação bastante mudada, o jogo caiu ainda mais de nível, e a Alemanha só voltou a marcar aos 18 minutos, e novamente em erro da arbitragem. Após cruzamento para a área, Mario Gómez, em posição irregular, tocou de cabeça. O goleiro Kiraly fez boa defesa, mas na sobra, Thomas Müller finalizou para a rede.
A partida deste sábado, se não foi das melhores, serviu para promover o retorno de Bastian Schweinsteiger. Afastado do futebol desde março, o jogador se recuperou de uma grave lesão no joelho direito e atuou pela primeira vez desde então, entrando no segundo tempo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia