Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 28 de junho de 2016. Atualizado às 22h35.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Contas Públicas

Notícia da edição impressa de 29/06/2016. Alterada em 28/06 às 21h19min

Governo tem déficit de R$ 151,5 bilhões em 12 meses

Reversão não ocorrerá logo, diz Ana Paula

Reversão não ocorrerá logo, diz Ana Paula


VALTER CAMPANATO/ABR/JC
Com a atividade econômica baixa e recuo no pagamento de tributos, o Governo Central registrou, em maio, um resultado deficitário de R$ 15,493 bilhões, o pior desempenho da série histórica para o período, que tem início em 1997. O resultado, que reúne as contas do Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central (BC), voltou a ficar negativo após ter registrado um superávit em abril de R$ 9,751 bilhões. Em um período de 12 meses encerrado em maio, o Governo Central apresentou déficit de R$ 151,5 bilhões, o equivalente a 2,42% do PIB.
Nos primeiros cinco meses do ano, o resultado primário foi deficitário em R$ 23,770 bilhões, também a pior marca da série. Esta é a primeira vez que o consolidado dos cinco primeiros meses do ano é negativo. Entre janeiro e maio do ano passado, o primário acumulava superávit de R$ 6,488 bilhões.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia