Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 27 de junho de 2016. Atualizado às 19h06.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

27/06/2016 - 19h06min. Alterada em 27/06 às 19h06min

Dólar avança ante libra e euro, com aversão ao risco após Brexit

O dólar registrou forte avanço nesta segunda-feira (27), com o aumento da aversão ao risco, à medida que os investidores evitavam a libra e o euro e viam na divisa americana uma proteção na esteira da decisão do Reino Unido de deixar a União Europeia, em um movimento conhecido como Brexit.
O Wall Street Journal Dollar Index, que mede a moeda dos Estados Unidos contra uma cesta de 16 divisas, avançou 1,1%, para 87,50.
O Reino Unido está encarando um "vácuo" na sua liderança política, com os debates sobre quem deve suceder ao primeiro-ministro, David Cameron, após o anúncio de sua renúncia na sexta-feira.
"A falta de clareza sobre o futuro daquela nação e do bloco europeu minou a confiança do mercado", disse Tim Kelleher, do ASB Bank. "O mercado ainda apresenta uma visão negativa sobre tudo. As pessoas tiveram tempo para refletir, e isso só aumentou as dúvidas."
Analistas do Scotiabank disseram que ativos considerados seguros, como o dólar e o iene, estão sendo demandados novamente. Como resultado, o euro recuou para US$ 1,1015 de US$ 1,1117 no fim da tarde de sexta-feira. A libra caiu para US$ 1,3206 de US$ 1,3660, enquanto o dólar recuava para 102,10 ienes, de 102,30 ienes na sexta-feira.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia