Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 27 de junho de 2016. Atualizado às 11h35.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

27/06/2016 - 11h35min. Alterada em 27/06 às 11h35min

Bovespa marca mínimas após Nova Iorque

A Bovespa opera em queda desde a abertura, trajetória reforçada após o início dos negócios em Wall Street. O Ibovespa recuava 0,83%, aos 49.690,06 pontos por volta da 11 horas, na mínima, enquanto em Nova Iorque o Dow Jones perdia 1,04%, o S&P 500 exibia baixa de 1,03% e o Nasdaq, desvalorização de 1,04%.
Os papéis da Petrobras sentem o peso da queda de mais de 2,0% dos contratos futuros de petróleo em Londres e em Nova Iorque e recuam 1,14% (ON) e 0,76% (PN).
Já Vale avança 1,12% (ON) e 1,31% (PNA), acompanhando o bom desempenho de suas pares globais diante da recuperação do minério de ferro no mercado internacional. O preço do insumo registrou elevação de 3,5% no mercado à vista chinês, cotado a US$ 53,2 por tonelada seca, de acordo com dados do The Steel Index.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia