Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 20 de junho de 2016. Atualizado às 18h33.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

20/06/2016 - 18h33min. Alterada em 20/06 às 18h33min

Dólar recua ante euro e moedas de países exportadores de petróleo

O dólar recuou diante do euro e de algumas moedas de países exportadores de petróleo, com um aumento do apetite pelo risco provocado pelo recuo das preocupações dos investidores sobre uma possível desvinculação do Reino Unido da União Europeia - movimento apelidado de Brexit. A alta do petróleo também influenciou o movimento da divisa nesta segunda-feira (20).
Pesquisas de intenção de voto divulgadas no fim de semana mostraram um ligeiro avanço da possibilidade de os britânicos permaneceram na UE, o que injetou uma dose de ânimo nos mercados, fazendo com os investidores dessem preferência a ativos mais arriscados durante a sessão, como ações e commodities. Isso explica a desvalorização do dólar e do iene, que são considerados ativos seguros.
No fim da tarde em Nova Iorque, o euro avançava a US$ 1,1309, de US$ 1,1282 no fim da tarde de sexta-feira, enquanto o dólar avançava para 103,92 ienes, de 104,22 ienes.
A moeda americana também perdeu força na comparação com divisas de alguns países exportadores de petróleo, à medida que os contratos da commodity avançavam, com o apoio do apetite pelo risco. No fim da tarde, o dólar caía para 64,294 rublos e recuava para 1,1815 dólares canadenses.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia