Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 13 de junho de 2016. Atualizado às 23h03.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado de Capitais

Notícia da edição impressa de 14/06/2016. Alterada em 13/06 às 23h03min

Dólar sobe pela terceira sessão seguida ante o real

arte_bolsa_bolsa_editar_01.jpg

arte_bolsa_bolsa_editar_01.jpg


O dólar terminou em alta pela terceira sessão consecutiva ante o real ontem, mas se manteve abaixo do patamar de
R$ 3,50 no mercado à vista. O movimento foi sustentado por um contínuo ajuste de posições compradas, que tem sido observado desde a quinta-feira passada, após seis baixas acumuladas em 6,71% nas primeiras sessões deste mês.
Durante a tarde, o foco do mercado foi o discurso do novo presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn. A percepção é de que o dirigente tende a deixar o mercado mais solto para ajudar no controle da inflação. Porém, se o dólar tiver um movimento de baixa forte, a autoridade poderá fazer leilão de swap reverso para conter o ajuste, segundo sinalizou o Ilan, disse o operador José Carlos Amado, da Spinelli Corretora.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia