Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 09 de junho de 2016. Atualizado às 18h18.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

telecomunicações

09/06/2016 - 18h18min. Alterada em 09/06 às 18h18min

Oi reabre em São Paulo showroom de serviços de dados e TI para empresas

A operadora Oi reinaugurou nesta quinta-feira (9), seu showroom destinado a clientes corporativos. A loja está situada no edifício da companhia, na região do Morumbi, zona sul de São Paulo, e traz soluções lançadas nas áreas de dados e tecnologia da informação (TI) e voltadas para empresas.
A Oi tem apostado em produtos no segmento corporativo como uma alternativa para recuperar receitas perdidas com a diminuição no uso das linhas telefônicas, uma situação que vem afetando todo o mercado de telecomunicações. Segundo a diretora de B2B, Cátia Tokoro, a operadora espera aumentar em 20% sua receita líquida obtida com os serviços corporativos de dados e TI em 2016 na comparação com 2015.
"O showroom e as soluções apresentadas hoje têm sinergia com os negócios da Oi e a meta de expandir os serviços de comunicação e dados para empresas", disse a diretora, em entrevista ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado. "As soluções têm o objetivo de ajudar o cliente a reduzir custos e incrementar as vendas. Temos buscado abordar esses benefícios na apresentação dos serviços aos clientes, que têm respondido bem."
A executiva comentou que o ambiente de crise tem imposto a todas as empresas a necessidade de revisar os processos internos e otimizar os custos. Por isso, a demanda por serviços de dados e TI continua saudável. A receita líquida da Oi no segmento corporativo e de pequenas e médias empresas (PMEs) totalizou R$ 2,065 bilhões no primeiro trimestre de 2016, um aumento de 2,2% em relação ao mesmo período de 2015. Na mesma base de comparação, a participação das receitas não voz sobre a receita total do segmento corporativo cresceu 3,1 pontos porcentuais, com um aumento de 37,3% da receita de SVAs e TI no mesmo período.
As soluções apresentadas no showroom da Oi operam na nuvem e dispensam armazenamento físico dos dados pelos clientes. Desde o início dos lançamentos de aplicativos e serviços nessa área, em 2012, a Oi já realizou aportes de R$ 70 milhões na plataforma na nuvem. Na reabertura do showroom, a companhia apresentou serviços lançados nos últimos meses, além de uma novidade. O serviço batizado de Interação Web permite às empresas contato imediato com os clientes que estão navegando pelo site, incrementando as chances de conclusão do negócio.
Em dezembro de 2015, a Oi também lançou um pacote voltado para PMEs. O serviço Oi Mais Empresas é composto por um portfólio de ofertas de telefonia móvel com dados 4G e telefonia fixa por um valor fixo mensal, que facilita o acompanhamento da fatura. "De lá pra cá obtivemos crescimento de 10% de base a partir do novo portfólio. Nossa ambição é ter crescimento de 50% nas vendas em 2016 comparando com 2015", ressaltou Cátia.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia