Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 22 de junho de 2016. Atualizado às 19h58.

Jornal do Comércio

JC Logística

COMENTAR | CORRIGIR

petróleo

Notícia da edição impressa de 23/06/2016. Alterada em 22/06 às 19h49min

Justiça do Rio aprova a recuperação da Sete Brasil

A Justiça do Rio de Janeiro aprovou na semana passada, o pedido de recuperação judicial da Sete Brasil, empresa criada para gerenciar as sondas do pré-sal para a Petrobras. As companhias com sede na Áustria que fazem parte da companhia ficaram excluídas do processo. A decisão também determinou que a empresa de auditoria e consultoria Deloitte seja a administradora judicial e apresente uma proposta de honorários a serem pagos em 30 meses, prazo em que ficará à frente da empresa.
Com a aprovação, a recuperação da Sete já figura entre as maiores do País com uma lista de credores que teriam a receber cerca de R$ 18 bilhões, levando em conta a cotação do dólar de ontem. Os bancos estão entre os maiores credores, com cerca de R$ 9 bilhões listados. Os advogados da Sete Brasil vão recorrer ao tribunal para que as empresas estrangeiras também façam parte do processo.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia