Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 27 de dezembro de 2016. Atualizado às 15h14.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Senado

Notícia da edição impressa de 01/06/2016. Alterada em 27/12 às 16h15min

Renan volta a se defender sobre áudios gravados

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), voltou a comentar os áudios gravados pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, ontem, dessa vez no plenário da Casa. "É natural que a minha opinião como senador e presidente do Senado não convirja com a de alguns segmentos e pode coincidir com outros dependendo do tema." Ele alegou ainda, sem mencionar a que estava se referindo, que "parlamentares são eleitos para ter opinião" sobre todos os assuntos e "que todos devem expressar a sua opinião de maneira livre".
Renan disse ainda que o País passa por um período de "exacerbação" e que ele "jamais tomou iniciativas para embaçar qualquer um dos outros Poderes". "Agora, proibir que o parlamentar ache alguma coisa, se não couber constitucionalmente ao parlamentar achar alguma coisa, o que é que vai caber?", questionou na tribuna, antes de dar início às votações.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia