Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 16 de maio de 2016. Atualizado às 22h42.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Eleições 2016

Notícia da edição impressa de 17/05/2016. Alterada em 16/05 às 20h56min

Vieira da Cunha é o 'nosso grande candidato', diz Nereu

Para Nereu D'Ávila, candidatura de Vieira é 'unanimidade' no PDT

Para Nereu DÁvila, candidatura de Vieira é unanimidade no PDT


ANTONIO PAZ/JC
Lívia Araújo
O PDT de Porto Alegre está em compasso de espera quanto à definição da permanência, ou não, de Vieira da Cunha (PDT) na Secretaria Estadual de Educação (Seduc). O secretário, que está em período de férias, volta de viagem na próxima segunda-feira, de acordo com a assessoria de imprensa da pasta e tem até o dia 2 de junho para decidir se fica ou não no cargo. A data, quatro meses antes do pleito municipal, é o prazo final para a desincompatibilização para que dirigentes do poder público possam concorrer a prefeito.
"A indagação de todos é a espera da decisão dele. Tem essa questão do magistério, de que ele pediu demissão e voltou atrás. O Vieira está viajando, e ele viajou não decidindo. Dependemos dele, ele é o nosso grande candidato", disse o presidente municipal do PDT, o vereador da Capital Nereu D'Ávila.
Para Nereu, Vieira é uma "unanimidade das zonais" e entre os vereadores. Em janeiro, porém, uma ala da legenda lançou um manifesto favorável à candidatura da deputada estadual Juliana Brizola à prefeitura. A parlamentar, à época, disse que seu nome está "à disposição do partido". Nereu disse que o nome da pedetista também é uma corrente possível, mas que também depende de uma decisão do secretário de Educação "porque ela mesma apoia o Vieira da Cunha", declarou.
A assessoria de imprensa da Seduc não confirmou que houve pedido de demissão por parte de Vieira da Cunha. Durante a ausência do secretário, quem está à frente da pasta em caráter interino é o secretário adjunto Luís Antônio Alcoba de Freitas.
Se decidir concorrer à prefeitura de Porto Alegre com candidato próprio, Vieira da Cunha poderá ser oficializado como candidato pedetista na convenção da sigla, que, com a modificação do calendário eleitoral feita no ano passado, acontecerá obrigatoriamente entre os dias 20 de julho e 5 de agosto.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia