Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 10 de maio de 2016. Atualizado às 08h33.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

protestos

10/05/2016 - 08h15min. Alterada em 10/05 às 08h33min

Protestos contra o impeachment de Dilma interditam vias em São Paulo e outras cinco cidades

Uma série de protestos contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff provoca congestionamentos na capital paulista na manhã desta terça-feira (10) véspera da votação da admissibilidade do afastamento da petista pelo Senado. A Avenida 23 de Maio, importante via da cidade, está bloqueada nos dois sentidos na altura do Terminal Bandeira. Os manifestantes atearam fogo em madeira e pneus.
Há também protesto na rodovia Hélio Smidt, que dá acesso ao Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos. Uma faixa da esquerda foi liberada no início da manhã, mas ainda há fogo na pista, no sentido do terminal. Outra manifestação ocorre na Marginal Pinheiros. Ao todo, a capital tem mais de 70 km de vias congestionadas, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).
Em João Pessoa, na Paraíba, cerca de 150 pessoas bloqueiam a garagem da empresa de ônibus Transnacional, na BR-230.
No centro de Vitória (ES) também acontecem manifestações em frente ao Palácio Anchieta, e no km 7,9 da BR-262, em Viana. Na BR-262, cerca de 30 manifestantes interditaram parcialmente a rodovia, desde as 4h30.
No Rio de Janeiro, a rodovia Rio-Santos está bloqueada nos dois sentidos, na altura da cidade de Itaguaí.
No Rio Grande do Sul, há bloqueio na BR-290, em Eldorado do Sul, na BR-116, em Sapucaia do Sul, e na BR-386, em Nova Santa Rita.
Já em Salvador, um ônibus foi queimado no bairro do Subúrbio e há bloqueio também na estrada do Derba e na avenida Suburbana. Há também ônibus bloqueando a via na rotatória do bairro de Periperi e na altura do bairro de Itacaranha.
De acordo com a CUT (Central Única de Trabalhadores), o ato na capital baiana é em defesa da democracia e contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff, que a entidade chama de "golpe".
Com informações da Agência Estado e Folha de São Paulo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia