Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 18 de maio de 2016. Atualizado às 23h46.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

França

Notícia da edição impressa de 19/05/2016. Alterada em 18/05 às 23h44min

Polícia protesta contra violência direcionada a agentes

Embates em ações contrárias a reformas trabalhistas geraram ato

Ações em protestos contra reformas trabalhistas gerou manifestação dos policiais


GEORGES GOBET/AFP/JC
A polícia francesa tomou as ruas de aproximadamente 60 cidades ontem para protestar contra a violência e o ódio que têm sido direcionados a ela durante as manifestações populares contra as reformas trabalhistas do governo. Em alguns locais, os policiais foram confrontados por outros manifestantes, que os acusaram de eles mesmos instigarem a violência.
Em Paris, algumas centenas de agentes de polícia se reuniram na Place de la République durante o horário de almoço. Em seguida, um número maior de opositores aos protestos chegou ao local entoando gritos como "Todos odeiam a polícia!" e pressionando os policiais que estavam lá. Os oficiais dispararam spray de pimenta para dispersar a multidão. Alguns manifestantes atearam fogo em um carro de polícia que estava estacionado em uma rua próxima ao local.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia