Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 25 de maio de 2016. Atualizado às 00h35.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Trânsito

Notícia da edição impressa de 25/05/2016. Alterada em 25/05 às 00h35min

Sintáxi ingressa com ação para suspender sinal do Uber

O Sindicato dos Taxistas de Porto Alegre (Sintáxi) ingressa, nesta quarta-feira, com uma ação na Justiça contra a empresa norte-americana Uber, visando suspender o sinal do aplicativo nas empresas de telefonia celular móvel. Conforme o Sintáxi, a ação movida pela entidade se deve ao fato de a empresa operar de forma ilegal, gerando prejuízo ao serviço de táxi regulamentado por lei e fiscalizado pela prefeitura.
Conforme o diretor administrativo do sindicato, Adão Ferreira de Campos, será realizado ainda um protesto da categoria em frente ao Foro Central, durante a entrega da ação no setor de distribuição, marcada para as 15h. "Os taxistas estão indignados com a concorrência desleal promovida pelo Uber, que causa prejuízos para toda a categoria. O movimento de passageiros caiu cerca de 40%, e isto resultará na falência do sistema", argumenta Campos.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia