Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 24 de maio de 2016. Atualizado às 08h48.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

moradia

24/05/2016 - 08h47min. Alterada em 24/05 às 08h48min

Reintegração de posse da Ocupação Lanceiros Negros é suspensa

Ocupação Lanceiros Negros fica em prédio na esquina das ruas General Câmara e Andrade Neves

Ocupação Lanceiros Negros fica em prédio na esquina das ruas General Câmara e Andrade Neves


Marcelo G. Ribeiro/JC
Uma liminar suspendeu a reintegração de posse da Ocupação Lanceiros Negros, em prédio na esquina das ruas General Câmara e Andrade Neves, prevista ocorrer na manhã desta terça-feira (24), no Centro de Porto Alegre. Desde a noite de segunda, a Brigada Militar estava mobilizada para cumprir ordem da Justiça e desocupar o prédio, abandonado há 10 anos. A liminar foi obtida por advogados do grupo Lanceiros Negros na manhã de hoje.
A ação cautelar que determinou a suspensão da reintegração, assinada pelo juiz Jorge Luís Dall'Agnol, foi justificada pelo "perigo de dano irreparável ou de difícil reparação evidenciado pela imediata execução" da reintegração e pelo "risco considerável de conflitos sociais".
Na quinta-feira, o Tribunal de Justiça havia determinado a retirada das famílias, alegando que a construção não é própria para moradia e apresenta risco à integridade física dos ocupantes. No mês passado, os moradores da ocupação protestaram em frente ao Palácio Piratini contra ordem para deixar o prédio. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia