Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 16 de maio de 2016. Atualizado às 20h00.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Educação

16/05/2016 - 19h28min. Alterada em 16/05 às 20h00min

Ocupação alcança 21 escolas estaduais gaúchas nesta segunda-feira

A ocupação de escolas por alunos da rede estadual alcançou 21 estabelecimentos nesta segunda-feira (16), segundo lideranças dos movimentos. Até a sexta-feira (13) eram sete locais com a mobilização, que exige melhorias no ensino e fim do parcelamento de salários dos professores.
O crescimento da adesão ocorreu no mesmo dia de deflagração da greve do Magistério, liderada pelo Cpers-Sindicato. Dos 21 estabelecimentos, 11 ficam em Porto Alegre, sete em Rio Grande, uma em Passo Fundo, uma em Pelotas e uma em Viamão. O movimento gaúcho se inspirou em ocupações em São Paulo e Rio de Janeiro. 

Escolas ocupadas

Porto Alegre
  • Agrônomo Pedro Pereira
  • Cândido Godoy
  • Costa e Silva
  • Inácio Montanha
  • Infante Dom Henrique
  • Júlio de Castilhos
  • Paula Soares
  • Padre Reus
  • Protásio Alves
  • Roque González
  • Santos Dumont 
Passo Fundo
  • Eulina Braga
Pelotas
  • Assis Brasil
Rio Grande
  • Bibiano de Almeida
  • Getúlio Vargas
  • Instituto de Educação Juvenal Muller
  • Lemos Junior
  • Mascarenhas de Moraes 
  • Roberto Bastos Tellechea
  • Silva Gama
Viamão
  • Nísia Floresta
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia