Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 12 de maio de 2016. Atualizado às 18h34.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Protestos

12/05/2016 - 18h34min. Alterada em 12/05 às 18h34min

Manifestantes tentam subir rampa do Planalto e PM reage com gás de pimenta

Agência Brasil
Manifestantes contrários ao impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff pularam as grades de contenção em frente ao Palácio do Planalto e conseguiram subir alguns metros da rampa do prédio. A segurança do Planalto e a Polícia Militar atuaram para conter o grupo usando gás de pimenta.
Os manifestantes recuaram e voltaram a se posicionar atrás do gradil e a polícia reforçou a segurança no local. Os seguranças do Planalto formaram uma barreira na rampa. Uma manifestante, que passou mal por causa do gás de pimenta, permaneceu por cerca de dez minutos sentada no local até ser retirada pelos agentes. Após o tumulto, a PM afastou os manifestantes para a Praça dos Três Poderes, do outro lado da rua em frente ao Planalto.
A confusão ocorreu enquanto, no interior do Palácio do Planalto, o presidente interino Michel Temer começava seu discurso após empossar os novos ministros. Mais cedo, enquanto os convidados ainda chegavam para a posse, os manifestantes gritavam palavras de ordem e gritos de "golpista" para os passantes.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia