Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 30 de maio de 2016. Atualizado às 00h50.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Violência

29/05/2016 - 17h38min. Alterada em 30/05 às 00h51min

Internacional usa redes sociais para combater violência contra mulheres

Colorado faz ação no Facebook após caso de estupro coletivo e usa #EstuproNaoÉCulpaDaVítima

Colorado faz ação no Facebook após caso de estupro coletivo e usou ♯EstuproNaoÉCulpaDaVítima


Divulgação Internacional/JC
Internacional, Corinthians e Santa Cruz se posicionaram ao lado das mulheres após o episódio do estupro coletivo contra uma adolescente no Rio. Nas redes sociais, os clubes reforçaram o combate a violência contra as mulheres. 
O Colorado fez bonita e singela homenagem, com uma foto da camisa colorada na qual o distintivo do clube se transforma, com a adição de uma cruz invertida, no símbolo feminino. A foto ainda contém a mensagem: "Estupro não é culpa da vítima". Postada na noite de sexta-feira (27), a imagem já se aproximava dos mil compartilhamentos. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e o Comitê Olímpico do Brasil (COB) não aderiram à campanha até agora, assim como a maioria dos clubes da Série A do Brasileiro.
Líder do Campeonato Brasileiro até o início da quarta rodada, o Santa Cruz postou uma imagem na qual lembra que "A culpa nunca é da vítima. Não é não!" e reforçou que "violência sexual é crime". Em pouco mais de duas horas, a mensagem teve mais de mil compartilhamentos no Facebook.
O Corinthians lembrou outra campanha que movimentou as redes sociais e reforçou que "Lugar de mulher é onde ela quiser. Ela se veste como quiser. Tolerância zero a qualquer forma de violência às mulheres!", escreveu o clube, destacando também as mensagens "Estupro nunca mais" e "Estupro não é culpa da mulher".
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia