Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 08 de maio de 2016. Atualizado às 12h53.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

futebol

08/05/2016 - 12h53min. Alterada em 08/05 às 12h53min

Contestados, campeonatos estaduais pelo Brasil mantêm apelo entre clubes médios

Contestados por boa parte de cartolas e torcedores dos grandes clubes do País, os Estaduais que serão decididos neste domingo ainda encontram defesa ferrenha entre os times com projeção nacional que têm tido dificuldades em se manter na Série A do Campeonato Brasileiro. Um dos principais motivos dessa defesa é a visibilidade entre os grandes.
Dentre os principais campeonatos regionais do País, cinco estão sendo decididos por pelo menos um clube que não está na Série A. É o caso dos campeonatos Paulista (Santos x Audax), Carioca (Botafogo x Vasco), Gaúcho (Internacional x Juventude), Catarinense (Chapecoense x Joinville) e Baiano (Bahia x Vitória). Já em Minas Gerais (América x Atlético) e em Pernambuco (Santa Cruz x Sport), as equipes estão na elite em 2016, mas pelo menos um dos finalistas retornou este ano.
Se a ausência dos principais clássicos tira um pouco da graça para os torcedores dos grandes clubes, entre os que têm menos tradição as decisões são comemoradas. "O Campeonato Gaúcho é um dos principais estaduais do Brasil e tem grande visibilidade, não só na região Sul. Isso faz com que ele desperte muito as atenções e com que nossa marca seja mais valorizada", avaliou Roberto Tonietto, presidente do Juventude. O clube foi quinto colocado na Série A de 1997 e campeão da Copa do Brasil de 1999, o que lhe deu o direito de disputar a Copa Libertadores do ano seguinte. Desde 2007, porém, não disputa a Série A.
Em Minas Gerais, o América retorna à elite este ano e quer aproveitar a presença na final do Estadual para embalar. "Vamos ser campeões. O América está mais focado no campeonato do que o Atlético, que está preocupado com a Libertadores", sustentou Alencar da Silveira Jr., presidente do clube. "O campeonato nos ajuda porque serve como laboratório. A gente já formou muita gente que hoje está atuando nos mais diversos clubes do País, além de preparar o time para as competições nacionais".
No Rio, a disputa é entre dois gigantes do futebol brasileiro, mas que nos últimos anos têm enfrentado percalços. O Vasco disputará a Série B a partir do próximo final de semana, enquanto que o Botafogo está retornando à elite. Atual campeão, o Vasco quer manter a hegemonia para devolver a autoestima a seus torcedores.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia