Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 23 de maio de 2016. Atualizado às 22h50.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Negócios Corporativos

Notícia da edição impressa de 24/05/2016. Alterada em 23/05 às 22h49min

Bayer faz proposta de US$ 62 bilhões para assumir o controle da Monsanto

Produtora de sementes transgênicas vem registrando vendas menores

A sign is viewed on the campus of Monsanto Headquarters on May 23, 2016 in St. Louis, Missouri. Monsanto shares jumped Monday after German chemicals giant Bayer said it had bid $62 billion for the US agricultural giant as US stocks opened slightly higher. Monsanto climbed 6.2 percent on news of the Bayer bid, which comes amid a wave of consolidation in the agrochemical sector with DuPont-Dow Chemical and other deals. Monsanto has not responded publicly to the offer. / AFP PHOTO / Michael B. Thomas


MICHAEL B. THOMAS/AFP/JC
O grupo alemão Bayer revelou ontem uma oferta de
US$ 62 bilhões para assumir o controle da produtora americana de grãos transgênicos Monsanto, uma operação que criaria a líder mundial do setor de pesticidas e adubos. "A Bayer fez uma oferta em dinheiro por todas as ações da Monsanto a US$ 122 por ação, por US$ 62 bilhões", anunciou o grupo químico-farmacêutico alemão. A oferta não solicitada, que inclui dívida, seria a maior aquisição de uma empresa alemã no exterior, caso seja aceita.
A Bayer, fabricante dos criticados pesticidas chamados de "assassinos de abelhas", havia anunciado na quinta-feira, sem revelar detalhes, que estava em contato com a Monsanto, fabricante de glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup usado em muitos de seus grãos transgênicos. A empresa alemã explicou que a proposta representa um aumento de 37% em comparação à cotação do título da Monsanto na véspera da oferta (9 de maio), apesar de o grupo com sede em Saint Louis, nos EUA, ter registrado desde então valorização importante graças aos boatos sobre os contatos de fusão/aquisição.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia