Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 18 de maio de 2016. Atualizado às 20h53.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

18/05/2016 - 20h53min. Alterada em 18/05 às 20h53min

Perspectiva de alta de juros nos EUA esfria negócios nas bolsas de Nova Iorque

A Bolsa de Nova Iorque encerrou o dia perto da estabilidade nesta quarta-feira (18), depois que a ata da última reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) mostrou que a maior parte dos dirigentes da instituição está disposta a elevar juros em breve, possivelmente em junho.
O índice Dow Jones fechou em queda de 0,02%, aos 17.526,62 pontos, enquanto o S&P 500 avançou 0,02%, para 2.047,63 pontos. O índice Nasdaq encerrou o dia com alta de 0,50%, aos 4.739,12 pontos.
Os setores de serviços básicos (-1,9%) e de telecomunicações (-1,5%) lideraram as quedas, enquanto o setor financeiro se beneficiou da perspectiva de elevação de juros e subiu 1,9%. As ações do J.P. Morgan Chase & Co. avançaram 3,86% e as do Goldman Sachs subiram 3,42%.
"Apesar de o mercado ficar chateado com a visão mais 'hawkish' do Fed, o setor financeiro será beneficiado", disse Karyn Cavanaugh, da Voya Financial.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia